Institucional
               

Histórico

A Spaipa S/A – Indústria Brasileira de Bebidas nasceu de uma paixão, e essa mesma paixão em conjunto com ideais empreendedores impulsiona e mantém a empresa como uma das melhores indústrias de bebidas do Brasil.


Tudo começou com a vinda do engenheiro de aeronáutica americano Otto Katz Jr. em 1940. Ao desembarcar no Brasil para participar de obras de grande porte, Katz apaixonou-se por uma paranaense e decidiu radicar-se em Curitiba.

 
Já conhecendo o sucesso da Coca-Cola, Katz procurou a sede da Empresa no Rio de Janeiro com a finalidade de negociar a marca registrada do refrigerante. Na ocasião, soube que a marca jamais poderia ser vendida, no entanto, não desistiu. Reuniu um grupo de amigos em Curitiba e conseguiu entusiasmá-los com a idéia de montar uma fábrica para produzir o refrigerante, cujo sabor refrescante, lembra os melhores momentos da vida.

 
Juntos, levantaram o capital necessário e montaram a Paraná Refrigerantes em 24 de outubro de 1946. No início, 12 colaboradores eram responsáveis por todo o trabalho: produção, vendas, administração, contabilidade e manutenção das instalações nos finais de semana.
 

Até 1960, a Paraná Refrigerantes servia todo o território do Paraná e o norte de Santa Catarina até Blumenau, mas decidiu diminuir sua área de atuação, abrindo mão do norte do Paraná e Santa Catarina, devido às péssimas condições das estradas na época, que fazia com os caminhões quebrassem constantemente.
 

Com o aumento da preferência do consumidor, as vendas cresciam. Em 1971, foi inaugurada a nova unidade da Paraná Refrigerantes, às margens da BR 277. A região centro-oeste passou a ser mais bem atendida, em 1975, com a construção da fábrica de Cascavel.
 

Em meados de 1979, Christopher A Woolley assumiu a presidência da companhia, com o objetivo de desenvolver a empresa e os recursos humanos, propiciando aos colaboradores melhores condições de trabalho. O processo de expansão prosseguiu com a instalação de uma fábrica em Francisco Beltrão (1980) e em Ponta Grossa (1981).

 
Numa nova fase, a companhia decidiu delegar a administração a executivos profissionais, em 1985 o acionista Christopher Andrew Wooley passa a integrar o Conselho de Administração, junto com outros acionistas e a empresa passar a direção para um executivo contratado.
 

Em 1993, os acionistas contratam Guillermo Taylor, como principal executivo da Paraná Refrigerantes. Taylor veio do quadro de executivos sênior da Coca-Cola Internacional, trazendo 23 anos de experiência mundial. A equipe da Paraná Refrigerantes implementou um investimento agressivo em programas de marketing, conseguindo um crescimento superior a média Brasileira e a aspiração de crescer território fica mais próxima.

 
Paraná Refrigerantes S/A, Rio Preto Refrigerantes S/A e Bauru Refrigerantes Ltda, e os acionistas da ex-franquia de Santos - SP, juntam-se formando em 1995 a Spaipa S/A - Indústria Brasileira de Bebidas, composto de 03 fábricas/depósitos, 06 depósitos, 06 Cross Docking, 18 Transit Point além de escritórios de vendas espalhados pelo Paraná e Interior de São Paulo. O nome Spaipa surgiu a partir da definição do território de nova empresa = São Paulo Interior e Paraná.
 

Além de produzir e comercializar refrigerantes, a partir da fusão a Spaipa também passou a disponibilizar ao mercado produtos da Cervejaria Kaiser, que em 2006 tornou-se a Femsa Cerveja Brasil, importante parceiro que traz ao mercado fortes nomes de cervejas e chopp, como: Kaiser, Sol, Heineken, Bavária e Xingu.

 
Em novembro de 2001, a Spaipa parte para a conquista de mais um novo mercado: águas minerais. Inicialmente, era comercializada a marca genérica Cristal a fim de preparar o mercado para um novo conceito de produto que viria a seguir. Em 2002, se consolida a marca própria da empresa: Vittalev. O objetivo foi oferecer ao consumidor o melhor que a natureza pode oferecer em água mineral, extraída a 330m de profundidade da Fonte José Gregório, sinônimo de pureza e qualidade.

 
No ano de 2005, a Spaipa passa por novos avanços e reformula sua logomarca para acompanhar a modernização da empresa. No ano seguinte, 2006, traz ao mercado o portfólio de sucos Minute Maid Mais: opções variadas de sabores de frutas 100% naturais e com alto teor de polpa.

 
Em 2008, a Spaipa foi reconhecida como uma das 100 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, de acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Great Place to Work, principal organização do mundo em pesquisas sobre o tema.Neste mesmo ano, a Spaipa também foi reconhecida, pela revista Exame, uma das 500 Maiores e Melhores Empresas do Brasil. A Spaipa ficou entre as 11 melhores instituições do setor de bens de consumo do país, além de ser a 6ª colocada em crescimento de vendas e de estar entre as 10 mais rentáveis do setor.

 
Em meados de 2009, a Spaipa passou a ser responsável, em sua região, pela comercialização dos sucos Del Valle. Essa novidade trouxe importantes mudanças: as marcas com Kapo, Minute Maid Mais e Minute Maid Mais Laranja Caseira passaram a fazer parte da nova família Del Valle. Também foi lançado Del Valle Frut, um refresco voltado para o público que gosta de um produto de qualidade e preço acessível. Além disso, a Spaipa aumentou a sua área de atuação no segmento de cervejas e passou a comercializar o portfólio dos produtos da Femsa Cervejaria Brasil para São José do Rio Preto e Região.

 
Em junho de 2009, a fábrica localizada na cidade de Marília/SP foi reinaugurada. Os investimentos passaram de 86 milhões de reais e a capacidade produtiva foi dobrada.


Hoje, a unidade da Spaipa em Marília é considerada a mais moderna fábrica Coca-Cola da América Latina e a 3ª maior do Brasil em capacidade produtiva. Além disso, a fábrica foi a primeira do Sistema Coca-Cola Brasil a produzir embalagens de refrigerante com tampa short finish, que tem bocal e tampa quatro milímetros mais curtos e deixam menos resíduos no meio ambiente.

 
A Spaipa foi um dos primeiros fabricantes da Coca-Cola no Brasil e, devido a sua força de mercado, tem se reafirmado como uma das mais importantes franquias do sistema. Com cerca de 4 mil e 400 colaboradores especializados, mais de 124 mil clientes cadastrados e estratégias inovadoras de mercado, a Spaipa comercializou, em 2010, mais de 213 milhões de caixas de refrigerante, cerveja, chopp, água, chá, sucos e bebida láctea. Uma receita em crescimento contínuo, que garante à empresa estar entre as mais rentáveis e bem estruturadas do país. A operação de cerveja da Femsa foi adquirida pela Heineken em 2010, que passou a ter sede no Brasil.
 

Foi a primeira empresa do mundo a comprar, em julho de 2011, o açúcar com a certificação Bonsucro - uma iniciativa global sem fins lucrativos que visa reduzir impactos ambientais e sociais na produção de açúcar, etanol e energia provenientes da cana-de-açúcar. No Brasil é pioneira também no uso de materiais reciclados em suas embalagens com o lançamento da Bottle-to-Bottle - uma embalagem produzida parcialmente a partir de garrafas PET pós-consumo reciclada.


Em agosto de 2012 foi inaugurada a nova fábrica de Maringá, que se fez necessária para atender ao crescimento e a produtividade exigida pelo mercado. A nova planta é uma das mais modernas e sustentáveis de todo o Sistema Coca-Cola Brasil e resultou no aumento de 122% na capacidade produtiva.